Log in

 

 

9 coisas que nunca se devem dizer à família de um doente de Alzheimer

  • blogue
  • Visualizações: 28795

1.     "Ele reconhece-te?"

Esta é uma pergunta repetida milhões de vezes.

O que é que acha? Ele tem uma doença degenerativa que afecta a memória e que provoca uma deterioração grave da qualidade de vida. Tanto se pode lembrar num dado momento que eu sou sua filha, como confundir-me posteriormente com a irmã.

 

2.     "Diz-me se eu puder fazer alguma coisa por ti"

Claro que pode, mas o cuidador está esgotado física e mentalmente e provavelmente não se vai lembrar da oferta de ajuda.

Pergunte antes: “queres que leve amanhã comida?” Ou “queres que eu fique na quinta-feira à tarde com ele/ela para fazeres uma pausa?”

 

3.     "Como está a tua família?"

Muito bem. 99% dos meus dias são vividos numa casa onde tudo se resume a horários, medicamentos, portas fechadas e aparafusadas, lágrimas e stresse. Não poderia estar melhor. Na realidade, estamos a pensar visitar a Marina d'Or na próxima semana.

Em vez da pergunta, comente algo como " a tua família está a fazer um grande esforço para se adaptar a esta situação. Diz-me uma coisa que eu possa fazer por ti, para teres um pouco mais de tempo."

 

4.     "Está igual"

Claaaro ... !!!  Só a doença é que mudou. É preciso ter a noção que a pessoa que conhecia já não existe ou tem poucas semelhanças. Aceite a doença e dê todo o amor possível.

 

5.    "Engraçado, acho que está mais terna, parece uma menina"

 Este comentário é típico quando o familiar tem um delírio e o único objetivo é manter a calma e tranquilizá-lo.

Por acaso pedi a tua opinião? Não durmo há quatro dias e, honestamente, a tua opinião é a última coisa que me interessa agora. Queres realmente ajudar-me? Age normalmente como se nada estivesse a acontecer que eu trato do resto.

 

6.    "Por que razão não o levas a tomar um café?"

Sair de casa com uma pessoa com Alzheimer pode ser uma experiência tão intensa como andar numa montanha-russa.

Além disso, as pessoas que não têm ideia do que é o Alzheimer podem fazer perguntas de respostas difíceis ao doente e com isso provocar ansiedade. Ambientes barulhentos e com muitas pessoas também são pouco indicados.

Sendo assim, obrigado pela sugestão, mas vou sair para tomar um café com ele / ela onde e quando achar apropriado.

 

7.     "O tempo cura todas as feridas"

Deves estar a brincar? Existem diferenças na perceção do tempo e lamento informar-te que a cada minuto que passa, a situação piora, mesmo que às vezes não me aperceba disso.

O que não aconteceu hoje pode suceder amanhã. Daí o nome de doença, "degenerativa". A perceção de tempo de um cuidador é diferente.

 

8.    "Mas vais ter ajuda, certo?"

Devias saber que no início o cuidador tem tanto jeito como qualquer outra pessoa. Com o evoluir da doença o tempo de supervisão sobre gradualmente até às 24 horas por dia.

Os cuidadores transformam-se em pais, corredores, enfermeiros, guardas de segurança, psicólogos, nutricionistas e motoristas de ambulância.

 

9.     "Mas existe legislação que te apoia financeiramente"

Nós compramos uma moradia e tens que passar lá para conhecê-la! Deixa-te de piadas e regressa à vida real.

Pedi ajuda ao Estado mas como a minha reforma excedeu o valor legal por uns euros, não consegui ajuda para comprar a cama ortopédica e a cadeira de rodas. Se quiseres podes somar a despesa da mulher que me ajuda a fazer a higiene todas as manhãs, fraldas, medicamentos, localizador GPS para evitar sustos … ajudas-me a pedir um crédito bancário?


 

Fonte: http://www.qmayor.com/psicologia/9-cosas-que-nunca-deberias-decir-a-la-familia-de-un-paciente-con-alzheimer/

 

Log in or Sign up